Raquel Medeiros: de acessórios ao fashion delivery

 

"um novo conceito em compras"

"um novo conceito em compras"

Nascida em Quaraí, em 1973, formada em Estilismo pelo SENAI, Raquel Medeiros sempre esteve muito ligada a tendências e moda. Desde a época do colégio fabricava acessórios para as colegas, e hoje, como empresária, trabalha em consultoria de moda e administra sua própria loja, a Raquel Medeiros Fashion Delivery, localizada na Rua Padre Chagas no bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre. 

Formada também em Direito pela PUCRS, Raquel fez curso de estilismo enquanto advogava e pós-graduação em marketing de moda enquanto trabalhava na agência de publicidade da família. No trabalho, criava e vendia peças para colegas e através de um blog. Um dedo quebrado foi o suficiente para dar início ao Fashion Delivery. “Estava meio pra baixo, e fiquei alguns dias fora da empresa. Minha irmã sugeriu que eu trabalhasse apenas mais alguns dias, pensasse, e criasse um negócio”. Foi com esta sugestão que surgiu o fashion delivery.

Atuando como consultora, ela leva suas peças até a casa ou trabalho das clientes, combinando o closet já existente com as novas peças.  Mas o destaque está no site, onde encontram-se fotos das roupas e acessórios, preços definidos e sugestões de pagamento e parcelamento. “Tento tornar tudo bem pessoal”. As pessoas percebem que não tem um robô por trás do site, passam suas medidas, fazem encomendas de qualquer lugar do Brasil. “Esses dias troquei mensagens sms com uma cliente sobre as medidas de uma peça de roupa.” O negócio assim, se torna humano, e facilita as vendas. “Afinal de contas é uma mulher que passa as informações”salienta Raquel. Sobre o micro blog Twitter, ela afirma ser seu principal local de negócios, por fazer mini anúncios diariamente.

A inspiração vem da internet, blogs, revistas, cinema  e seriados como Gossip Girl. “Na verdade, tomar um café com as amigas no bairro inspira bastante”, realça a consultora. Na entrada da loja, tem um quadro de nada mais nada menos que Audrey Hepburn. “Inspira! Trabalhei uma imagem da internet no computador e gastei pouco. Sou muito assim: faça você mesmo”, explica.

Sobre a localização da loja Raquel diz “não é porque estou na Padre Chagas que vendo uma camisa a R$ 500, aliás, os preços são bem em conta. Eu queria um lugar que tivesse a ver com moda, e esta rua foi perfeita”. Suas clientes tem o estilo “chique informal”, estão na faixa dos 35-45 anos, são vaidosas e tem filhas de 12-20 anos. Justamente por isso tenta descontrair suas peças, para agradar toda a família.

Como interessada em moda, a consultora participa e procura eventos desta área. Já palestrou, guarda alguns projetos na manga e acha divertido palestrar. Destaca que eventos deste tipo, para atrair pessoas, não devem ter um custo alto, e devem ter cunho social “já que vai juntar gente, vamos aproveitar e fazer algo de útil”.

Raquel sente que voltou no tempo por não ter loja em rua. Abriu mão de funcionários, aluguéis mais caros, tudo para favorecer os valores dos seus produtos. Sobre a satisfação de trabalhar com o que ama, a consultora se declara “Isso é uma realização pra mim. Adoro comprar roupa, é divertidíssimo. Mas o melhor de tudo é ter contato com as clientes, sugerir looks e ver que ela sai satisfeita da loja”.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Moda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s